Barry Gaberman* Todo mundo adora se queixar das crises, neste caso, da crise da economia. Os conceitos derretem e “tsunami” é a palavra mais utilizada para descrever a situação atual. Estamos propensos em acreditar na situação terrível de uma ONG que conhecemos e a generalizamos com as outras. Assim, ficamos

*Paulo Nassar Uma crise financeira pode, muitas vezes, revelar a pior linhagem de um comunicador, especialmente quando ela tem ramificações sociais sensíveis, além de econômicas. É aquele que, a surfar na incerteza, transforma medo em terror ao retransmitir – sem interpretação e com muita opinião – informações que alcançam a

O perfil que a mídia tem de sua empresa aponta os fatores que afetam a reputação. No entanto, para aproveitar as oportunidades e evitar riscos de imagem negativa, é preciso usar metodologia cuidadosa, como são as duas técnicas propostas neste artigo por Grahame Do wling e Warren Weeks, especialistas australianos

Michael Porter – Competição destrutiva Para Porter, todas as vantagens competitivas mudam rapidamente, porque tudo pode ser copiado. É preciso melhora operacional e foco estratégico. “Se você fizer o que todo mundo faz, vai gerar uma competição destrutiva”. Para Porter, todas as vantagens competitivas mudam rapidamente, porque tudo pode ser